sábado, 20 de fevereiro de 2010

Vajra Guru

Só de ouvir a gente chega um pouquinho mais perto da paz.
Comemorando, um pouco atrasada, o Losar, ano novo tibetano, apresento-lhes Ani Choying Drolma. Vocês podem descobrir um pouco mais sobre ela aqui, ou lendo sua biografia, Minha voz pela liberdade (Rocco, 2009).



Prece das sete linhas
hung
orgyen yulgyi nubchang tsam
padma gesar dongpo la
yatsun chokyi ngodrup nyi
pemajugne she su drak
khor du khandro mangpoi khor
kyegyi jesu dak drub chyi
chin ji lopchir sheg su sol
guru padma siddi hung!

(a tradução: Hum / Na fronteira noroeste do país de Ordjen, / no coração de pólen de uma flor de lótus, / você obteve o sidi mas excelente e maravilhoso. / Renomado como Aquele que Nasceu do Lótus, / você está cercado por um séquito de dakinis. / Enquanto pratico, seguindo seus passos, / rogo que se aproxime e conceda as suas bênçãos. / Guru Pema Sidi Hum. É, eu sei, é bastante obscuro. Como tudo no budismo tibetano, o texto está carregado de metáforas. É uma oração para Padmasambhava, ou Guru Rinpoche, que segundo a tradição introduziu o budismo no Tibete)

Bom, e aqui no Brasil, passado o carnaval, o ano novo também começou, né?
beijos a todos, e façam deste o melhor ano que já viveram (e melhor não só para vocês mesmos!)
.

5 comentários:

Alvaro disse...

O duro é lembrar da prece...
Lendo já dá um nó no cérebro...

Martha Argel disse...

rsrsrs, faz dois anos que estou tentando decorar essa prece :)
mas é só pra acompanhar enquanto a Ani Choying canta.
alguma hora eu coloco a tradução em português.
beijos, Homem Nerd, obrigada pela visita e pela atenção

Martha Argel disse...

Já coloquei a tradução :-)

Pema Lodrön disse...

Esta prece é feita antes de qualquer prática das 4 linhagens do budismo tibetano. Padmasambawa, ou Ordjen Pema Jugne e outros inúmeros outros nomes aos quais nos referimos a ele, foi quem levou o budismo ao Tibet. Ani (quer dizer pequena) canta maravilhosamente mas, antes das práticas que são geralmente muito longas, ela é cantada rapidamente ao ritmo de tambores. Tashi delek! (Boa fortuna)

Pema Lodrön disse...

A cremação do meu mestre Sua Eminência Chagdud Tulku Rinpoche falecido em novembro de 2002. Vejam como a prece é recitada mais rapidamente. A mulher que fala é a viúva dele, Chagdud Khandro.
http://www.youtube.com/watch?v=i9_XU99sMNw